Notícias do mercado imobiliário

Brasil tem potencial gigante de produção de energi

A energia eólica é a energia proArtigo: Brasil tem potencial gigante de produção de energia eólica duzida através da força dos ventos, que transforma energia cinética em energia elétrica. Muito recente no Brasil, esta fonte de energia já vem contribuindo em grande grau para o desenvolvimento do país, abastecendo nos dias de hoje cerca de 4 milhões de lares brasileiros, ou 12 milhões de pessoas o que corresponde a uma cidade do tamanho de São
Paulo. Embora venha sendo pesquisada há mais de 50 anos, a energia eólica economicamente viável é relativamente nova, não possui mais de 20 anos e teve como seu principal percursor os países europeus com destaque para a Dinamarca e Alemanha. Foram
esse países que no início da década de 1990 fizeram grandes esforços em tecnologia com o objetivo de produzir energia a partir de fontes renováveis e, portanto, de recursos naturais como o vento e o sol.
A Europa a partir da segunda grande crise do petróleo, ocorrida no final dos anos 70, percebeu a sua forte dependência energética na medida em que utilizava para a produção de energia elétrica o carvão e os derivados do petróleo, sendo esses insumos
importados. No início dos anos 90, com o objetivo de reduzir essa dependência e ter mais autonomia na produção de um insumo vital para qualquer economia, a energia elétrica, os países europeus fizeram grandes investimentos na produção de
tecnologia das até então chamadas fontes alternativas. Tais fontes trariam naturalmente por um lado a independência desses países em termos energéticos e, portanto, maior segurança nacional e,por outro, a possibilidade de produção de energia a partir de
fontes limpas e renováveis contribuindo para a redução da emissão de CO2 e o consequente aquecimento global. Por possuir um drive diferente e um tempo diferente, o Brasil por sua vez iniciou fortes investimentos na fonte eólica a partir do final
da década de 2010, uma vez que a produção de energia do país sempre obedeceu o quesito de independência energética e de baixa emissão CO2, dada a grande fatia da produção de energia
03/10/2014

Últimas notícias