Notícias do mercado imobiliário

Setor imobiliário investe no glamour em Fortaleza

Imóveis de luxo são símbolos da virada do mercado na capital cearense, que passou dez anos sem novos lançamentos.
Os arranha-céus com até 50 andares que chegam à Avenida Beira-Mar e arredores, região de Fortaleza que concentra o maior número de imóveis de luxo, e as casas de altíssimo padrão de condomínios fechados são símbolos da virada do mercado imobiliário da capital cearense.
Depois de dez anos sem novas construções, pelo menos 15 empreendimentos de luxo recém-lançados passam a integrar o cenário da cidade. O valor geral de vendas (VGV) estimado pelas construtoras é de R$ 3 bilhões para 2022, crescimento de 30% com relação ao ano passado. As características comuns dos imóveis são a localização excelente e a área de 200 a 800 metros quadrados, que custam de R$ 3 milhões a R$ 15 milhões.
Os novos prédios da orla urbana atraem um público com perfil semelhante: empresários e altos executivos dispostos a pagar de R$ 12 mil a R$ 20 mil o metro quadrado. O objeto de desejo são residências amplas, instalações novas, facilidades, qualidade de vida, áreas de saúde e bem-estar, academias e muito espaço — fruto da ressignificação da moradia no pós-pandemia.
No Edge, com 150 metros de altura e 44 andares, a ins-piração veio de Miami. O lançamento da construtora Diagonal, com previsão de entrega em 2025, terá espaço para o carro de luxo ficar estacionado na sala de estar e integrar a decoração do imóvel. É o primeiro prédio do Nordeste com elevador de veículos. Outro diferencial é a localização da área de lazer, que ficará por volta do trigésimo andar. O empreendimento terá desde piscina de borda infinita até heliponto.
“A partir do momento em que foi possível renovar a Avenida Beira-Mar e lançar edifícios com o dobro da altura dos anteriores, graças à mudança da legislação, o mercado se aqueceu. A assinatura de arquitetos internacionais e cearenses de renome é outro símbolo do luxo”, explica o corretor Elihu Lira, dono da corretora de imóveis de mesmo nome, especializada em mercado de luxo na capital.
O projeto do Edge é assinado pelo estúdio italiano Pinifarina, famoso por desenhar modelos para as marcas Ferrari, Jaguar, Maserati e Rolls-Royce. “Imóveis são sempre uma boa maneira de diversificar os investimentos, e os daqui estão muito valorizados”, acrescenta Lira.
Outro exemplar luxuoso da capital cearense é o Estrelário, que já se destaca na paisagem por sua fachada assimétrica com bordas iluminadas. A entrega está prevista para o final deste ano. O empreendimento da construtora C. Rolim, com projeto arquitetônico da Nasser Hissa, terá academia e spa com vista para o mar, quatro vagas de garagem e rooftop com piscina aquecida de borda infinita.
Localizado no Meireles, bairro nobre de Fortaleza, o Estrelário tem um conceito arquitetônico bem diferente e duas características especiais que agregam valor ao empreendimento: a sustentabilidade, com a inserção da energia solar para abastecer parte do empreendimento; e o impacto social, já que parte das vendas dos imóveis vai para a Edisca, projeto social que integra crianças e adolescentes por meio da dança.
“O Estrelário é o luxo do luxo: é alto padrão, mas também traz o luxo no sentido de contribuir para melhoria da vida das pessoas no que se refere à sustentabilidade e à dignidade. Um exemplo prático de atenção às questões ESG”, defende Águeda Muniz, diretora-executiva da C. Rolim Engenharia e presidente da Câmara Setorial Imobiliária e da Construção Civil na Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece).
Outro empreendimento da C. Rolim é o Sinfonia, situado no Cocó, com apartamentos de 220 metros quadrados, rooftop, academia, piscina e salão gourmet. Ainda para 2022, a empresa programa mais dois lançamentos: o Flora, a 50 metros do Parque do Cocó, que investirá fortemente na área de lazer; e outro no Meireles, ainda sem nome, que deve ser lançado em meados deste ano.
Com todas as unidades vendidas e 30% das obras concluídas, o Legacy Condominium, no bairro da Aldeota, tem projeto arquite-tônico de Daniel Arruda e paisagismo de Benedito Abbud. Serão cinco vagas de garagem por apartamento. Já o Solar Praça Portugal, com mais de 80% das obras já finalizadas e todas as unidades vendidas, tem um estilo arquitetônico mais clássico e ajuda a compor o mercado imobiliário de luxo da capital cearense.
Casas luxuosas são o apelo da região metropolitana
O município de Eusébio, reconhecido pela qualidade de vida, atrai quem busca sofisticação e contato com a natureza
Pertinho da capital cearense, o município de Eusébio fica a apenas 15 minutos dos prédios luxuosos da Avenida Beira-Mar e concentra um tipo de moradia completamente diferente: casas de altíssimo luxo, dentro de condomínios horizontais, com infraestrutura de cidades à disposição. 
Um exemplo é a Cidade Alpha Ceará, planejada pela Alphaville Urbanismo em parceria com o Grupo M. Dias Branco, com investimento de R$ 263 milhões e expectativa de ter dez mil moradores até 2028. Ao todo serão 23 residenciais, oito deles já lançados. Todos os lotes já foram vendidos.
Eusébio é uma cidade reconhecida no estado pela qualidade de vida que oferece. Já foi considerado diversas vezes como um dos melhores lugares do país para se viver. Quem mora lá está à procura de luxo e do contato com a natureza, a apenas 15 minutos da capital.
“Acredito que o sucesso desse tipo de empreendimento tenha ligação com a pandemia. As pessoas passaram muito tempo dentro de apartamentos. E agora estão em busca de um respiro. Há casas de 800 metros quadrados, custando R$ 15 milhões”, conta Elihu Lira.

27/05/2022 Fonte: Valor econômico

Últimas notícias